4 formas de obter um Boost de produtividade

4 formas de obter um Boost de produtividade

1. Saia para caminhar

Alguma vez você já saiu para dar uma volta e acabou sentindo-se energizado, mais relaxado, concentrado, e ainda mais calmo? Você não está sozinho. A caminhada é reconhecida como uma ferramenta para ajudar a obter clareza mental.

Além dos benefícios físicos - para o coração, trabalha os músculos, melhora a circulação - o que está se tornando cada vez mais prevalente são os efeitos positivos que a caminhada pode ter na saúde do cérebro.

Sabemos que caminhar ajuda a melhorar o fluxo de oxigênio para o cérebro. Mais oxigênio chegando ao cérebro é ótimo! Nosso cérebro usa cerca de 20% do suprimento total de oxigênio do nosso corpo; portanto, se não estivermos recebendo oxigênio suficiente lá em cima, é fácil sentir-se "nebuloso" ou sem foco.

Além disso, cerca de um terço do cérebro é composto de vasos sanguíneos, portanto, não é de admirar que um fluxo sanguíneo substancial seja importante para a saúde do cérebro. De fato, o aumento do fluxo sanguíneo no cérebro está ligado a uma melhor função cognitiva.

2. Alimentação saudável

Seu cérebro trabalha duro 24/7, mesmo enquanto você está dormindo, por isso ele requer um suprimento constante de combustível. Esse "combustível" vem dos alimentos que você come - e o conteúdo desse combustível faz toda a diferença. Simplificando, o que você come afeta diretamente a estrutura e a função do seu cérebro e, finalmente, o seu humor. Ou seja, comer alimentos de alta qualidade que contêm muitas vitaminas, minerais e antioxidantes nutre o cérebro.

DICA: se o seu cérebro estiver privado de nutrição de boa qualidade, as consequências virão. Comece a prestar atenção em como comer diferentes alimentos faz você se sentir - não apenas no momento, mas no dia seguinte. Tente fazer uma dieta "limpa" por duas a três semanas - isso significa cortar todos os alimentos de baixa qualidade ​​e açúcares. Adicione alimentos de alta qualidade - como as barras de proteína da dobro. Você também pode tentar ficar sem glúten, né? Veja como você se sente! Em seguida, introduza lentamente os alimentos de volta à sua dieta, um por um, e veja como você se sente. Se sentindo melhor com a alimentação, melhora seu humor e sua disposição - e por fim, sua produtividade.

3. Uma tarefa de cada vez

Você provavelmente já ouviu falar que a multitarefa é problemática, e novos estudos mostram que isso prejudica seu desempenho e pode até danificar seu cérebro. Uma pesquisa realizada na Universidade de Stanford descobriu que a multitarefa é menos produtiva do que fazer uma única coisa de cada vez. Os pesquisadores também descobriram que as pessoas que são bombardeadas regularmente com vários fluxos de informações eletrônicas podem não prestar atenção, não recuperar informações ou mudar de um trabalho para outro, diferente daquelas que realizam uma tarefa de cada vez.

Isso, pois as pessoas que fazem multitarefas frequentemente tiveram mais problemas para organizar seus pensamentos, filtrar informações irrelevantes, e foram mais lentas na mudança de uma tarefa para outra. A multitarefa reduz sua eficiência e desempenho, porque seu cérebro pode se concentrar apenas em uma coisa de cada vez.

A multitarefa em reuniões e outros ambientes sociais indica baixa autoconsciência e consciência social - duas habilidades de inteligência emocional - que são essenciais para o sucesso no trabalho. Toda vez que você realiza várias tarefas, não está apenas prejudicando seu desempenho no momento; você pode muito bem estar danificando uma área do seu cérebro que é fundamental para o seu sucesso futuro no trabalho. Permitir a multitarefa alimentará todas as dificuldades existentes com concentração, organização e atenção aos detalhes.

4. Metodologia GTD: Getting Things Done

Chegamos à nossa última técnica para ajudar você a responder à enigmática pergunta: "Como aumentar minha produtividade?"

Desenvolvida por David Allem, esta técnica também segue um passo a passo que, segundo seu autor, descarrega seu HD (Hard Disk, ou Disco Rígido, em português), te deixando despreocupado com as outras atividades enquanto faz as coisas acontecerem (Getting things done!):

  • Coletar: faça sua lista de tarefas. O objetivo aqui é ficar relaxado sabendo que não vai se esquecer de nada.
  • Processar: Você vai classificar suas tarefas em 7 categorias:
      • Fazer já, pois posso fazer em 2 minutos.
      • É uma tarefa complexa, então é um Projeto.
      • Tem uma data? Portanto é um Compromisso.
      • É delegável? Encaminhe e classifique como Aguardando.
      • Pode ser feita assim que possível? Fica como Próximas Ações.
      • Não dá para fazer agora? Faça Algum Dia.
      • Tarefa absurda? Delete!
  • Organizar: É só por as tarefas que sobraram na seguinte ordem de execução: Próximas Tarefas, Aguardando, Algum Dia, Projetos.
  • Executar: Faça as coisas acontecerem!
  • Revisar: Ao final do dia, revise, refaça as tarefas e veja se novas surgiram.

“Melhorando a qualidade, automaticamente você estará melhorando a produtividade.“ -  David Allen.


Deixe um comentário

Os comentários devem ser aprovados antes de serem publicados