O movimento da alimentação energética

O movimento da alimentação energética

Albert Einstein publicou em 1905 um artigo chamado "A Inércia de um corpo dependerá de seu conteúdo energético?", onde apresentou pela primeira vez a equação que define a relação de massa e energia.

E=mc² é uma equação da física moderna que determina a relação da transformação da massa de um objeto em energia e vice-versa, sendo que "E" é a energia, "m" a massa, e estão intrinsicamente relacionados.

 

Mas o que é a energia nos alimentos?

Caloria é uma unidade de medida utilizada para representar o conteúdo energético de um alimento na forma de calor (energia térmica). Desde 1948, a caloria é definida como a quantidade de energia necessária para elevar a temperatura de 1 grama de água de 14,5 oC para 15,5 oC. Como a caloria não é a unidade de medida de calor oficial, devemos saber relacioná-la com a unidade Joule. Sabe-se que 1 caloria equivale a 4,1868 J (1Kcal = 4,18KJ). 

 

Produção de energia a partir dos alimentos

Seu corpo é capaz de quebrar as moléculas dos alimentos e usar a energia que estava armazenada neles para muitas funções diferentes, incluindo movimento, pensamento e crescimento. A produção de energia no organismo humano a partir dos alimentos ocorre no interior das células, mais precisamente na organela cito-plasmática denominada de mitocôndria. No interior da mitocôndria, o nutriente atua como combustível de uma reação de combustão. A energia é produzida a partir de um ou mais dos seguintes nutrientes como combustíveis:

  • Carboidratos: (como a glicose, sacarose e lactose);
  • Proteínas: (como a leucina e isoleucina);
  • Lipídios: (como óleos e gorduras).

 

Aplicação da unidade caloria em alimentos

A unidade caloria, no formato Kcal, é bastante utilizada nas embalagens dos alimentos para mostrar ao consumidor a quantidade de energia que será produzida após a ingestão de certa quantidade do alimento em questão.

 Ex.:

Informações Nutricionais

 

Porção de 50g (1 barra)

 

 

 

Quantidade por porção

% VD (*)

Valor Energético

199 kcal/833kJ

10%

Carboidratos

20g

7%

Proteínas

14g

19%

Gorduras Totais

8,2g

15%

Gorduras Saturadas

1,7g

8%

Gorduras Trans

0g

**

Fibra Alimentar

9,7g

39%

Sódio

173mg

7%

(*) % Valores Diários com base em uma dieta de 2.000 kcal ou 8.400 kJ. Seus valores diários podem ser maiores ou menores dependendo de suas necessidades energéticas. 

(**) % Valores Diários não estabelecidos.

 

 

Ingredientes: Proteína isolada de arroz, proteína isolada de ervilha, pasta de amêndoas integral, fibra de tapioca, cenoura liofilizada, maltitol, café verde, maçã desidratada, chocolate meio amargo vegano zero açúcar, glicerina, fibra de cacau, aveia sem glúten, lecitina de girassol, concentrado de cúrcuma, óleo de licuri orgânico, chia em pó, aromatizantes naturais, vitamina E e sal rosa.

 

 

NÃO CONTÉM GLÚTEN. NÃO CONTÉM LACTOSE.

 

 

 

Energia

Metabolismo refere-se ao processo pelo qual seu corpo converte calorias dos alimentos em energia que pode usar. Seu corpo precisa de energia - mesmo em repouso - para respirar, circular sangue, reparar células e todas as outras funções corporais. Uma alimentação balanceada pode ajudar a garantir que seu corpo tenha energia suficiente para se desenvolver e funcionar adequadamente. Seu metabolismo e quantas calorias seu corpo precisa diariamente são influenciados por sua idade, sexo e hábitos de atividade física.

De acordo com a tabela nutricional acima, se ingerirmos 1 unidade (50g) da barra proteica sabor Bolo de Cenoura, serão produzidas 199 quilocalorias (Kcal) em nosso organismo. Veja nas tabelas a baixo exemplos de atividades e seu consumo estimado de calorias para 30 minutos. 

 

Calorias gastas em 30 minutos de atividades do dia a dia

Atividade

 

Dormir

23

Ler

42

Aguardar na fila

47

Cozinhar

93

Ver Televisão 

130

Fazer compras

130

Brincar

149

Mover moveis da casa

223

Participar de reunião

60

Trabalhar em escritório

65

Participar de um Aula

65

Dirigir

74

 

Calorias gastas em 30 minutos de esportes

Atividade

 

Academia

112

Alongamento

149

Treino em circuito

298

Volei

149

Skate

186

Golf

205

Dança

223

Tennis

260

Basquete

298

Ciclismo

372

Artes Marciais 

372

Pular corda

372

Natação

372

Handball

446

  

O que acontece se eu não comer calorias suficientes?

A ingestão de baixas calorias reduz a quantidade de alimento que você pode comer e pode impedir que você obtenha todos os nutrientes necessários. Pesquisas mostram que a restrição calórica reduz a leptina, um hormônio que ajuda a regular o apetite. Baixos níveis de leptina podem levar à fome e a comer demais. A pesquisa também mostra que uma dieta de baixa caloria aumenta o estresse e a liberação do hormônio do estresse, o cortisol. Como resultado dessa resposta ao estresse, o corpo conserva energia e o metabolismo diminui para combater o risco de fome. Embora você possa pensar que reduzir drasticamente as calorias certamente resultará em perda de peso, essas alterações nos níveis de estresse estão realmente associadas ao ganho de peso.

 

Considerações

A proporção de calorias que você absorve pelos diferentes macro-nutrientes é tão importante quanto o número absoluto de calorias que você consome. Uma dieta saudável e equilibrada que apoia todos os processos fisiológicos do corpo oferece calorias provenientes de proteínas, carboidratos e de gorduras. Consumir apenas o número de calorias necessárias para apoiar as funções do seu corpo (contando suas atividades físicas) também ajuda a mantê-lo saudável. Fique atento a sua necessidade energética, estar em equilíbrio realmente torna seu dia melhor! Você é a energia que você come!


Deixe um comentário

Os comentários devem ser aprovados antes de serem publicados