Corrida e meditação

Corrida e meditação

Correr acelera o metabolismo, fazendo a queima de calorias acontecer de forma eficiente e estimula o organismo por mais alguma horas após o exercício. Ou seja, não é só durante a corrida que há queima de gordura. Mas isso todo mundo já sabe. O que queremos pontuar é: A corrida e meditação são mais parecidas do que você pensa. Vamos falar sobre silenciar a mente e os benefícios dessa prática para diminuir o estresse e aumentar a atenção, e o melhor, como começar a praticar a meditação durante a corrida.

É preciso desconectar um pouco e tentar, de alguma forma, equilibrar os dias cheios com tranquilidade! Não é tão simples conseguir entrar em estado de meditação e “silenciar a mente”, então, como fazer isso correndo?

Correr é meditar em ação. Desligue o som e fique atento ao seu corpo e à sua respiração enquanto dá suas passadas. Por algum tempo tudo parecerá meio caótico, mas depois de alguns minutos focado na respiração você de repente só está ali, presente e ativo. Assim é meditar. 

Mindfulness: mente vazia

A meditação da atenção plena, conhecida como “mindfulness”, eleva sua consciência de diferentes sensações físicas e melhora sua capacidade para lidar com a tomada de decisão. A frase a seguir resume bem o significado do “mindfulness”:  “A meditação nos coloca exatamente no lugar em que estamos – aqui e agora – e isso traz um grande alívio para a alma”

A meditação da corrida

A maratona e a meditação exigem disciplina diária, paciência, persistência. Na hora do treino é possível meditar em ação - chamada meditação ativa. Esse tipo de meditação é utilizada enquanto fazemos qualquer coisa, em qualquer lugar.

“Podemos meditar fazendo qualquer atividade do dia. A intenção da meditação é estar consciente e presente no que você está fazendo agora. No mundo de hoje, onde somos solicitados o tempo todo, o nível de informação é muito rápido e a demanda por nossa atenção é gigante, é bem difícil manter a presença no agora. Por isso muita gente está hiperativa, desatenta, ansiosa e até depressiva”, explica Christine Christmann, especialista em neuropsicologia pelo Cepsic (Centro de Estudos Psicocirurgicos).

Comece agora

Uma forma simples de começar a meditação“mindfulness” é parar tudo e prestar atenção unicamente à respiração. Concentrando-se apenas no ato de respirar por um tempo – coisas como o som e a sensação de ar enchendo os pulmões e fluindo para fora de suas narinas fortalecem a atenção. Quando os pensamentos surgem durante esta prática retorne à respiração sem perder o foco e a mente voar longe.

Corpo e mente

A forma como a corrida conecta mente e corpo, juntamente com os efeitos neuroquímicos do esporte, são aliados para a meditação da atenção plena. Em seu livro, Running with the mind of meditation, o mestre tibetano Sakyong Mipham comenta sobre os benefícios de fortalecer a mente com a meditação enquanto pratica a corrida de rua. “Eu sempre encontrei uma relação natural entre corrida e meditação. Correr pode ser um suporte para a meditação, e meditação pode ser um suporte para correr.”, escreveu Mipham. Para ele, elas podem acontecer juntas ou separadas – e uma ajuda a outra a acontecer. 

Estamos acelerados – isso nos desconecta de nós mesmos. Corpo e mente estão conectados mais do que a gente imagina e a meditação é uma maneira saudável e acessível de começar a cuidar de si. O foco deve ser no seu corpo, dentro de você e ao seu redor. Quanto mais você pratica, mais presente, mais perceptivo, mais atento e mais consciente você fica – nos treinos, nos dias e na vida. 


Deixe um comentário

Os comentários devem ser aprovados antes de serem publicados