nosso-desafio

Rotina para conquistar: lições do Jiu Jitsu para a vida

Dobro Comércio de Alimentos e Bebidas Ltda

De origens japonesas, o jiu jitsu se renovou no Brasil e criou raízes por aqui. A arte marcial surgiu há séculos como uma forma de defesa pessoal dos samurais, sendo uma opção quando não havia mais armas no combate.

Anos e anos depois, no início do século XX, a modalidade chega ao Brasil e sua disseminação tem nome próprio: Gracie. Iniciada por Carlos Gracie – que se apaixonou pelo jiu jitsu e recebeu aulas de um amigo japonês de seu pai -, a prática se expandiu entre seus familiares, herdeiros e, hoje, ocupa milhares de academias pelo país.

Mais do que um esporte popular, o jiu jitsu é também um lifestyle.  A prática preza pela disciplina e pela consistência no dia a dia. De acordo com Michael Langhi, atleta Dobro e praticante do esporte, o jiu jitsu faz parte das suas decisões de vida e na forma como enxerga a sua rotina.

“Na hora do treino sei que meu adversário é o meu problema naquele momento e sei que tenho que finalizá-lo. Na vida é o mesmo. Temos que finalizar os nossos problemas e não corrermos dele, nem deixarmos pra resolvê-los no dia seguinte”, reflete o atleta.

Rotina de treinamento

No nível de Michael, que treina 7x por semana jiu jitsu e ainda tem mais três treinos de preparação física, o esporte é um pouco mais complexo. São treinos específicos, técnicos e de sparing (nos quais os atletas podem lutar e competir entre si).

Por isso, Michael explica que, além de dedicação e muito preparo, é preciso planejar tudo – desde tempo de sono até a alimentação pré treino. “Sempre tive dificuldades no que comer antes de um treino, porque ou me sentia pesado ou fraco. E a Dobro me ajudou muito nessa alimentação pré treino - não me sinto pesado, e ao mesmo tempo me sinto com a energia que preciso”, conta Michael.

Quer começar o jiu jitsu?

O que não faltam são opções de lugares para o treinamento do jiu jitsu. Porém, você pode estar se questionando o que é preciso para ter um primeiro contato com a modalidade.

Michael dá a dica básica: para ser um bom atleta de jiu jitsu é preciso, antes de tudo, dedicação e comprometimento. O que define essa modalidade é a consistência. Seja nos treinos, na vida, no dia a dia. O jiu jitsu faz você entender que nada supera o trabalho duro e que, sem dedicação, nada se alcança.

E aí, vai encarar?


Postagem anterior Postagem seguinte


Deixe um comentário

Os comentários devem ser aprovados antes de serem publicados